OPINIÃO DO RIBEIRO/ REF FORÇAS DE SEGURANÇA PÚBLICA.

OPINIÃO DO RIBEIRO/DEZEMBRO 2016.

REF FORÇAS DE SEGURANÇA PÚBLICA

Opinião  minha, que quis DEUS, vivi 30 anos no meio da Segurança pública, servindo na gloriosa Policia Militar de Tiradentes e, na reserva já estou ha 20 anos.Naqueles tempos tudo era difícil. Eram tempos sem Viaturas, sem salas com ar condicionado, etc…Tínhamos uma disciplina rígida e vocação.

Mas bom mesmo é que naquela época tinha efetivo satisfatório pra fazer todos os serviços atinentes, que iam do Policiamento a pé, da Guarda de Cadeia, das diligencias pelos recantos do município. E se o efetivo fosse pequeno dava-se um jeito.Tudo era feito sem reclamação. Os homens daquela época eram mesmo dotados das qualidades retratadas pelo Cel Antônio Norberto dos Santos,   no livro Manual do Policiamento do Policiamento.

E no âmbito da POLICIA CIVIL, quase todas as Delegacias tinham Delegados, e esses faziam verificar as coisas simples e complexas da população, na área de sua jurisdição.Se não tinham Detetives, tinha sempre um Soldado que fazia tal mister.

E se voltarmos a um passado mais distante, relembraremos da existência daqueles Delegados Especiais de Polícia,oriundos do corpo de Oficiais da PM, que com gosto,dedicação, jurisdicionava as delegacias por esse interior mineiro.Época que tbm tinham os Delegados Municipais, sempre cidadãos honrados dos municípios. A própria PC (Secretaria segurança)em determinada época fez várias nomeações de Detetives, escrivães, com curso de Direito,para as funções de Delegados e parece que foi bem proveitoso.Certo é que todas as ocorrências eram verificadas,investigadas, etc.Como forma de relembrar alguns, mormente aqueles que eu conheci, cito, Cel Pedro Ferreira dos Santos-Delegado Regional de Capitura,Cel Aleixo-Delegado por Inhapim e outros, Cel Jupter Vieira-Delegado por Conselheiro Pena, Cel Waldir Rosa-Delegado de captura e Gov Valadares,  Capitão Cloves Aguiar, Major Sebastião Nogueira-Delegado por Itanhomi e outros, Cel Vivaldo de Brito, Cel Rolino de Castro-Delegado por Mantena, Cel Jurandir Afonso Marino-Delegado por Mantena e outros, Cel Klinger Sobreira-Delegado auxiliar de captura,entao cap Getulio Barbosa, Cel João Barbosa, então Capitão Jair João Teixeira-Delegado por Itanhomi, e dos Delegados Especiais  da PC cito Dr Paraguaçu Amaral dos Passos em Itanhomi, Dr Angelo, Dr João Lucio, Dr Jose Gonçalves, em Tarumirim. E dos municipais cito: Antonio Florentino Pinto,Antônio Eduardo Fialho,Jose Ferreira Neto(Zizinho dentista),por Itanhomi e Joaquim Miguel Bento, Nenem Dutra, por Tarumirim.

Chegou-se um dia em que a Polícia Civil, com o abraçamento da causa, com mudanças,não conseguiu manter  estabilidade no  funcionamento das Delegacias. Pelo contrário Ela conseguiu desestabilizar  todas as Delegacias médias e pequenas.

No que se refere a PMMG, nos dias de Hoje, pelo que a gente vê, não existe nos servidores, aquelas qualidades descritas no MBP. Todos estão aí numa concorrência alucinada em busca de promoções pessoais, coisas que a PM,pelo menos a de Minas Gerais, tem distribuídos a vontade. Por toda Minas Gerais formam-se Sargentos e Cabos aos montes e depois os amontoam, sem lhes dar uma função. E essa corrida desenfreada esta chegando ao Oficialato. Faz Tenentes de todos os jeitos e tal como acontece com as Praças ficam por aí sem função.

Eu,admitindo grau de ignorância, quanto as coisas de hoje na PM, sinto preocupado com os destinos da Organização, que esta tomando rumos perigosos, de um dia chegar a desimportancia. E parece que já não é tão importante, tanto que o Governador a vem tratando com descaso, dificultando até mesmo o pagamento mensal.

A PM tem perdido, espaços na sociedade, enquanto isto outras Organizações de segurança adquirem espaços e status.Do jeito que caminha as coisas, daqui alguns anos, todos os municípios terão suas Guardas Municipais.

A PC também esta perdendo espaço,o que já era pequeno, mas com o  desinteresse de muitos, ela esta tornando quase sem importância.O dia que a PC de Minas Gerais, perder o DETRAN ela sairá de cena e o efetivo que diz pequeno será grande,porque pouca coisa terá que fazer.

A PM e a PC, na verdade estão trabalhando com limitação. A PM transita o dia inteiro em Viaturas pra lá e pra cá, mas não dá conta das necessidades da população. A população quer mesmo é encontrar com o PM nas ruas, conversar com Ele, o que era possível em tempos passados, mas hoje não é.Ao termino do turno de serviço,os Policiais se descompromissam com o município e vão pra suas casas,muitas das vezes fora do local onde estão designados. Usam-se seus veículos particulares, o que é menos mal, quando vamos dizer do pessoal da PC. A PC não investiga, como antes fazia. Eles estão “aquartelados” nas confortáveis Delegacias com ar condicionado, cafezinho e servidores municipais para atendê-los e quando chega as 18h, tomam rumo da cidade grande, para suas casas, usando sempre as boas e confortáveis Viaturas, que deveriam estar trabalhando para o povo.

Pois é…Com esses descompromissos no pós cumprimento do turno de serviço,ou do expediente administrativo, faz com que a cidade e município fique despoliciado, ou no Maximo,entregue a dois ou três Policiais, que a vezes tem de sair tbm para registrar eventuais ocorrências, nas Delegacias Regionais ou indicadas.

Acredito que com o andar das coisas, chegar-se-a a um dia que os Municípios terão suas próprias Policia. E acontecendo isto a PM e PC perderão  importância. Por falar nisso, muitas cidades já contam com suas Guardas Municipais, seus agentes de trânsito, e onde estão instalados,as pessoas quando necessitam, buscam-se providencias neles. Não falam mais em PC ou PM.

O que se vê, em todas as oportunidades, são os Chefes, tanto da PC ou da PM, falando de falta de efetivo.Pode até faltar efetivo, mas falta também distribuição do homem. Os Delegados da PC, os Oficiais superiores da PM, estão agrupados nas confortáveis Sedes, com assessores pra todos os gostos. E tem “chefes” demais e cada “chefe” tem seus assessores e seus servidores.

Seguem-se abaixo um breve comentarios, ref a um episodio que eu assisti. Era 18h e minutos de  um dia. A Guarnição PM com um Cb e dois sargentos, abordaram e prenderam um rapaz com um cigarrinho de maconha. Evidente que eles tinham que adotar providencias. Naquele exato momento uma Viatura da PC passava pelo local com 1 detetive motorista, 1 Delegado, 1 escrivão e mais 1 detetive, sentido a cidade grande, para suas casas, e como passava das 18 h,Eles não podiam receber a ocorrência e nem o preso. Aconteceu que a Guarnição da PM teve que deslocar para a cidade grande , a fim de definir a ocorrência. Eu achei um absurdo esse acontecimento. E disseram-me que isto acontece sempre e por todos os lugares.

E EU PERGUNTO,POR QUAL RAZÃO, ATÉ AOS DIAS DE HOJE, NÃO DECIDIRAM SOBRE O TAL TCO?

Anúncios

Sobre RIBEIROJEQUERI

MILITAR APOSENTADO
Esta entrada foi publicada em ARQUIVOS: CATEGORIA GERAL E OPINIÕES DIVERSAS.. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s