Opinião Ribeiro – 21dez12 – Bloqueio de bens do Deputado João Magalhães e outros

OPINIÃO DO RIBEIRO, 21DEZ2012 A reportagem copiada abaixo circula pela mídia local, e me deixa bastante intrigado, talvez pela aposição do nome DR CARLOS VINICIO DE CARVALHO SOARES, no rol dos participantes e, isto diz muito para a vida política administrativa de Frei Inocêncio, levando em consideração ser Ele o Prefeito.

Eu já ouvi por muitas vezes, ser o Deputado João Magalhães muito bom nas liberações de verbas para os municípios onde é votado e, tambem que ele intermedeia coisas ilegais.

Pelo que consta nas matérias jornalísticas, difundido pela a UAI, posso acreditar nas duas versões. Pelos feitos comprovados Ele já beneficiou Frei Inocêncio Sim.Não saberia dizer em que,mesmo porque não me envolvo na política.

Comprovado também esta que festas e shows também rolaram por aqui e nesses atos estão embutidos coisas da corrupção, que estão atingindo Dr Carlos.Eu posso dizer que vi shows com estrutura gigantesca instalada em uma praça de esporte aqui de frei Inocêncio, e o nome desse Deputado e de outro rolava nos comentários. Culpados ou não, é só aguardarmos o desfecho dos trabalhos da Justiça Federal, que estando de posse dos indícios, bloquearam bens particulares do citado Deputado e outros.

Em sendo verdade, torço para que haja punição, pois não é saudável ver corruptos vivendo vida confortável, com uso de dinheiro público; E pelo que conheço dos envolvidos, Eles não precisam e vale dos frutos da corrupção para crescer cada vez mais seus patrimônios.

Postagem Ribeiro

==============================================================

UAI NOTICIAS

Decretada a indisponibilidade de parte do patrimônio de deputado e prefeitos acusados de desvio de recursos de emendas parlamentares para realização de festas no interior de Minas A Justiça Federal de Governador Valadares decretou a indisponibilidade de cerca de R$ 14 milhões em bens do deputado federal João Magalhães (PMDB-MG) e de 12 prefeitos e ex-prefeitos da Região Leste de Minas Gerais. Todos são acusados de envolvimento com um esquema de desvio de recursos de emendas parlamentares para a realização de festas no interior do estado. Também são alvo de bloqueio empresas suspeitas de participação nas fraudes e ex-funcionários públicos.

Além do deputado João Magalhães, tiveram os bens congelados: Prefeitos Edson Alves de Souza (Divino das Laranjeiras) Altamir Severo da Rocha (Tarumirim) Edmilson Valadão de Oliveira (Marilac) Luiz Denis Alves Temponi (Tumiritinga) Aurélio Cezar Donádia Ferreira (Itabirinha) Wanderley Vieira de Souza (São Félix de Minas) Carlos Vinício de Carvalho Soares (Frei Inocêncio) Ildeu Oliveira e Silva (São José da Safira) Ex-prefeitos Gilcleber Bento de Souza (Alpercata) Walter de Almeida (Coroaci) Ageu Diniz de Oliveira (Central de Minas); Empresas e empresários In-Market Instituto Mineiro de Marketing Ltda. Carlos Henrique dos Santos-ME Tamma Produções Artísticas Ltda. Antônio Carlos Alves dos Santos Carlos Henrique dos Santos Jairo Cássia Teixeira (ex-prefeito de Caputira) Liliane Oliveira Teixeira (fonte: uai.com.br)

Anúncios

Sobre RIBEIROJEQUERI

MILITAR APOSENTADO
Esta entrada foi publicada em ARQUIVOS: CATEGORIA GERAL E OPINIÕES DIVERSAS. com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s